quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Dez perguntas sobre Futmesa Dadinho para Kaká



A entrevista agora é com Carlos Júnior nosso grande amigo Kaká, atleta do Futebol e do Futebol de Mesa do FCA clube de Juiz de Fora. Kaká começou a pouco em jogos oficiais da regra dadinho e logo já demonstrou habilidade nos jogos e disposição em ajudar a todos na divulgação e ampliação do esporte em nossa cidade. Com sorriso fácil e grande simpatia sempre independente do momento, grande amigo da Família Pereira Futmesa.


Dez perguntas sobre Futmesa Dadinho para Kaká                      Entrevista Nº: 20
Nome: Carlos Junior                                                                           Idade: 34
Clube: FCA – Juiz de Fora

1 – Como, onde e quando começou a jogar futebol de mesa?
Por volta de 1992 com primos até próximo aos anos 2000, voltei a jogar em 2015 devagar e meio de 2016 com maior frequência.  

2 – Alguém o influenciou a começar a jogar?
Meus Primos e meu pai. 

3 – Joga ou já jogou outras modalidades de futebol de mesa?
Só Dadinho, mas quero aprender a regra 12 toques. 

4 – Porque escolheu jogar na modalidade Dadinho?
É a que mais se aproxima da época de criança. 

5 – Qual ou quais atletas de Dadinho você tem como referência pelo desempenho nas mesas?
Alex Lage e Luiz Colla – Lee. 

6 – E quem você cita como referência no futmesa pelo empenho em divulgar, organizar e desenvolver este esporte?
Luiz Colla – Lee, Sidney e Rondinely. 

7 – Você joga apenas por hobby ou com empenho em vencer? Tem algum sonho de vencer algum campeonato especifico?
Ainda estou iniciando e procurando evoluir, sei que falta muito, mas espero em breve alcançar um nível de boa competitividade para vencer torneios. 

8 – Você tem costume de treinar sempre, apenas perto de torneios ou não treina?
Só em torneios estaduais e nacionais que tenho focado em treinos, mas pretendo tornar frequentes os treinos de fundamentos que criei. 

9 – Cite um grande jogo que já fez.
Kaká 3 x 3 Luiz Colla – Lee, sendo que abri 3 x 0. 

10 – Cite um grande torneio em que se destacou.
4º lugar no Torneio São Carlos 2016;
4º lugar na 1ª Etapa Eldorado 2017;
Campeão Torneio Lage Botões 2017;
10º lugar Campeonato Mineiro 2016.

 

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Dez perguntas sobre Futmesa Dadinho para Fabinho



Entrevista hoje com o craque de Futmesa Dadinho do Olympic de Barbacena. Fabinho tem habilidades incríveis com a palheta, toques refinados e chutes precisos das mais variadas partes da mesa. É um dos mais difíceis de ser batido em um jogo de Dadinho.
Além de tudo isto é um pessoa incrível, amigo de todos e adversário leal e simpático sempre.


Dez perguntas sobre Futmesa Dadinho para Fabinho               Entrevista Nº: 19
Nome: Fábio Discacciati Lima                                                         Idade: 33
Clube: Olympic Club – Barbacena 

1 – Como, onde e quando começou a jogar futebol de mesa?
Jogo desde criança, lembro que tinha times de plástico e acrílico. Jogava com meus irmãos, primos e vizinhos. 

2 – Alguém o influenciou a começar a jogar?
Minha família e amigos sempre me incentivaram desde criança. No caso do Dadinho fui apresentado pelo Cris (Cristiano Gamonal). 

3 – Joga ou já jogou outras modalidades de futebol de mesa?
Não. Sempre jogávamos sem nenhuma regra oficial. Usávamos as peças do jogo da Grow ‘WAR’ como a ‘bolinha’ do jogo. Fui conhecer o Dadinho por volta de 2011/2012. 

4 – Porque escolheu jogar na modalidade Dadinho?
Primeiro porque me agradou muito o fato de poder jogar uma regra oficial. Também gostei da condução do dadinho na mesa, ele é bem estável diferente dos discos que conhecia. 

5 – Qual ou quais atletas de Dadinho você tem como referência pelo desempenho nas mesas?
Conheço vários excelentes botonistas, mas um que me impressionou muito quando o vi jogar pela primeira vez foi o Luiz Henrique Colla. Nunca tinha visto um chute com tamanha precisão. 

6 – E quem você cita como referência no futmesa pelo empenho em divulgar, organizar e desenvolver este esporte?
Cristiano Gamonal, Paulinho e Jair do Olympic. Eles estão sempre organizando os torneios e levando novos atletas ao clube. 

7 – Você joga apenas por hobby ou com empenho em vencer? Tem algum sonho de vencer algum campeonato especifico?
Eu jogo pelo prazer de jogar, mas também sou uma pessoa bastante competitiva, tento sempre dar o meu melhor na mesa. Acredito que títulos vem por merecimento, irei continuar batalhando e ficaria feliz se um dia conquistasse um Mineiro de equipes. 

8 – Você tem costume de treinar sempre, apenas perto de torneios ou não treina?
Faço o possível para jogar todos os domingos pela manha e as vezes as quintas-feiras a noite no Olympic mas não tenho rotina de treino. 

9 – Cite um grande jogo que já fez.
Campeonato Mineiro individual de 2016 contra o Paulinho do Olympic. Nos três primeiros chutes Paulinho abriu 3 a 0. Cheguei a virar o jogo para 5 a 4 mas levei o empate no final da partida.  

10 – Cite um grande torneio em que se destacou.
Me destaquei no Campeonato Mineiro individual de 2016 onde fui vice campeão da série ouro.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

A partida de botão mais rápida da história

 

Todos que tem irmãos de idades próximas sabem o que vou narrar.

Posso até estar enganado, mas a chance é grande desta ter sido a partida de Futebol de Mesa iniciada e terminada em tempo recorde como a mais rápida da história.

Espantem-se foram apenas alguns segundos, exatamente duas palhetadas ou dois toques com o botão no Dadinho e pronto já surgiu o estopim de uma discussão que terminou ali mesmo aquela partida.

O jogo foi entre os dois jovens irmãos e já craques do Futmesa, Thiago de 17 anos e Felipe de 14.

Depois de já ter jogado com ambos naquela noite, eu parei, recolhi meu time e fui para o quarto, e aí seria o inicio de apenas um jogo treino entre os dois irmãos, mas o problema que com eles não tem mesmo amistoso, tudo vale.

Logo na saída Thiago ao errar a segunda palhetada quis abrir o jogo e continuar, pois era “apenas um amistoso” e algumas vezes fazemos isto em treinos em casa. Mas Felipe não admitiu e aí o “tempo fechou”.

Sem o pai (eu) que vez o outra tem que ser o juiz deste clássico a discussão acalorou e ficou para a mãe que não tem tanta paciência para este jogo, na realidade para outras coisas também (risos), aí foi o fim do treino que nem chegou a começar.

Cada um para seu lado recolhendo os times e reclamando do outro e fim de papo.

Mas no dia seguinte tivemos outro treino sem problemas, normal na rotina de família competitiva.
Hélio G Pereira 




     
.

terça-feira, 27 de junho de 2017

Torneio 50 Anos Futrica



Um dos maiores campeonatos de Futebol de Mesa Dadinho já jogado em Juiz de Fora, o Torneio Geraldo Vieira em comemoração ao aniversário de Cinquentenário do Futrica AFM foi jogado neste Domingo 25/06/2017 no belo salão da Casa D'Itália.


52 atletas de Minas Gerais e do Rio de Janeiro participaram jogando a primeira fase divididos em 4 grupos de 13 e logo a seguir classificando de acordo com o desempenho em fases Ouro, Prata, Bronze e Extra.

 Jogos
 
Com desempenho espetacular Hélio EC São Carlos/Futrica fez a melhor campanha no geral de todos participantes vencendo 13 jogos e empatando 2 e perdendo apenas a grande final.

Classificando em primeiro na sua chave, Hélio venceu Wander Colla nas oitavas de finais por 3 x 2 e com este mesmo placar superou Rondinely nas quartas de finais.

Na Semi final Hélio não deu chances ao craque Luiz Colla vencendo por 4 x 1. Porém na final  melhor para Alex Lage - FCA JF que venceu Hélio por 4 x 2.

Time Real Madrid - Hélio com Placa e Medalha - Vice Campeão

A Família Pereira teve outro grande destaque na campanha de Elias que chegou a semi final desta Serie Ouro terminando em 4º Lugar na classificação geral um ótimo resultado.

E os jovens Thiago e Felipe também com boas campanhas jogaram a mesma Serie Ouro Terminando em 11º e 12º respectivamente no geral da classificação.

Semi Final 1:  Hélio/EC São Carlos 4 x 1 Luiz Colla/EC São Carlos

Semi Final 2:  Elias/Olympic 1 x 3 Alex Lage/FCA JF

Final:  Alex Lage/FCA JF 4 X 2 Hélio/EC São Carlos

Jogos dos play off's Série Ouro
 
Alex Lage - FCA JF Campeão e Família Futrica

Hélio - EC São Carlos - Vice Campeão com Sidney e meninos


Luiz Colla - EC São Carlos - 3º Lugar


Olympic:  Cristiano, Elias - 4º Lugar  e Cristiano Araújo 


Os demais vencedores das outras Séries foram:

OURO B: Alex Sindicato - Tupinambás/Futrica JF

PRATA: Renato - Vila Branca/Eldorado JF

PRATA B: Cristiano - Olympic Barbacena

BRONZE: Riquelme - Resende Futmesa RJ

BRONZE B: Bruno Gil - Tupi JF

EXTRA: Cristiano Araújo - Olympic Barbacena


Família Pereira Completa:  Pódio e homenagem do Futrica AFM
 


Classificação Final

 
Premiações

1ª Fase Grupo A

1ª Fase Grupo B

1ª Fase Grupo C

1ª Fase Grupo D

Banner
 
Felipe, Helio e Thiago
 
 
Homenagem a Sidney e Ercília pelos familiares Nycolas, Rondinely e Bernardo
50 Anos Futrica AFM ´meio século de Futmesa e um grande torneio de comemoração
 
 
 
Mais uma reportagem no Site Toque de Bola em:
 
 
 



domingo, 18 de junho de 2017

Futrica AFM - 50 Anos de Futmesa

 
FUTRICA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE MESA completa 50 ANOS (1967/2017) meio século de organização e incentivo ao Futebol de Mesa em Minas Gerais e a FAMÍLIA PEREIRA FUTMESA publica esta pequena homenagem.
PARABÉNS FUTRICA AFM esta grande família formada pelo patriarca Sidney Vieira, seu filho Rondinely e netos Nycolas e Bernardo e a todos os atletas que compõe esta equipe mineira de Futebol de Mesa.
São anos organizando, jogando, incentivando, revelando talentos e divulgando este esporte que é o Futmesa em Juiz de Fora, Minas Gerais e Brasil. Tudo isto com simplicidade, humildade e muito trabalho desta Família Vieira que faz crescer cada vez mais no cenário nacional com participações e títulos Mineiros e Nacionais.
Hélio G. Pereira   /  Família Pereira Futmesa
 

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Grande clássico na final com Rondinely Campeão da 6ª EDJF 2017


Jogado neste domingo 04 de Junho, a 6ª Etapa Dadinho JF 2017 teve 24 competidores de seis equipes distintas, EC São Carlos, A. Portuguesa/Futrica, Vila Branca/Eldorado, Prainha de Rio Novo, Tupynambás e EC Benfica com os atletas divididos em 3 grupos de oito.

João Paulo - 3º Lugar, Rondinely - Campeão, Hélio - Vice Campeão e Guilherme Lima - 4º Lugar


Depois de grandes jogos na primeira fase, chegaram os 16 melhores aos mata matas.

Participantes

Contando com a ausência do líder do Ranking das Etapas Luiz Colla, logo os mais experientes se destacaram chegando as semi finais.  E nesta fase Rondinely superou Guilherme Lima e Hélio levou a melhor sobre João Paulo.

Na disputa pelo 3º Lugar melhor para João Paulo que venceu Guilherme Lima e assim este ficou com a 4ª colocação.

Mas a chave de Ouro do Torneio não poderia deixar de ser a Final que teve um grande clássico das EDJF, Hélio contra Rondinely, num jogo disputadíssimo cheio de emoções, táticas definidas e muita marcação de parte a parte.

Hélio e Rondinely na grande final

Hélio jogava pelo empate pela campanha excepcional ao longo do Torneio mas viu Rondinely abrir vantagem no placar, porém conseguiu o empate em 1 x 1 ainda no primeiro tempo. No segundo tempo Hélio foi fechando os espaços e jogando com o relógio a favor mas não conseguiu matar o jogo com mais um gol e aí bem no final aconteceu o gol do título de Rondinely no placar de 2 x 1 em seu favor.

Rondinely Campeão e Hélio Vice Campeão desta Etapa.


Atletas Sub 18

Rondinely - Campeão e o filho Nycolas

Hélio - Vice Campeão e a esposa Raquel

Resultados da 2ª Fase / Mata matas
 

Classificação Final


quinta-feira, 1 de junho de 2017

Curiosidades Etapas Dadinho Juiz de Fora (EDJF)


Você sabia que...

Ø A primeira EDJF aconteceu em 22/07/2012;

Ø Até hoje 30/05/2017 foram jogadas 52 Etapas + 4 TOP TENs e Torneio São Carlos sendo assim 56 campeonatos;

Ø Foram 120 atletas até então que jogaram no mínimo 1 Etapa;

Ø Nenhum atleta jogou todas as 56 edições, Luiz Henrique e Hélio foram os que mais jogaram com 55 participações, seguidos de Júlio com 54;

Ø O primeiro Campeão é também o organizador e maior Campeão é Luiz Henrique;

Ø Um contra todos: Luiz Henrique tem quase 50% de títulos (27) contra outros 50% de todos os demais jogadores (29);

Ø Apenas 11 Atletas do total de 120 conseguiram subir ao lugar mais alto do pódio até hoje nas EDJF e TOP TENs;

Ø Luiz Henrique (27), Alex Lage (7), Hélio (5), Rafael Nacional (4), Rondinely (3), Thiago (3), Fabiano (2), Renato (2), Alcides (1), Leco (1) e Eustáquio (1) foram os Campeões das EDJF e TOP TENs;

Ø Quatro foram os Campeões do Torneio São Carlos, um diferente em cada edição: João Paulo, Sidney, Márcio e Rogério;

Ø Luiz Henrique é também o maior Vice-Campeão (10) vezes, Hélio (8), Rondinely (7) e Júlio Jr (5) vezes;

Ø O mais velho a ser Campeão de uma EDJF é Alcides, já no Torneio São Carlos tivemos Rogério e Sidney;

Ø O mais novo a ser Campeão de uma EDJF até então é Thiago Henrique com 14 anos na 3ª Etapa de 2014;

Ø O mais novo a chegar a uma Semi Final de EDJF foi Felipe Pereira com apenas 11 anos na 5ª Etapa de 2014;

Ø O maior veterano a jogar uma EDJF é José Luiz do Olympic de Barbacena;

Ø O mais novo a jogar uma EDJF até então é Bernardo com apenas 6 anos;

Ø Famílias: Apenas em 2016 tivemos finais em família e em ambas o pai venceu o filho, Hélio venceu Thiago na 6ª Etapa e Alcides venceu Guilherme Lima na 10ª;

Ø Visitantes fortes: Alex Lage, Rafael Nacional, Paulinho e Alex Sindicato são os atletas de fora da cidade que mais chegaram ao pódio;

Ø Bateu na trave: Os atletas com grandes campanhas que mais foram em finais EDJF, no entanto, sem conseguir vencer foram Júlio Jr (5), Paulinho e Guilherme Lima (3) cada e João Paulo (2) vezes;

Ø O Campeão Luiz Henrique é o que detém a maior sequencia de títulos de EDJF seguidos (6) em 2012 e a segunda maior sequencia também (5) em 2015;

Ø Alex Lage tem um Tri em 2013, além de um Bi no mesmo ano;

Ø Além destes dois craques, apenas Rafael Nacional em 2013, Hélio em 2016 e Renato em 2017 tem dois títulos seguidos de EDJF;

Ø O maluco por Futmesa aqui fez todas estas anotações devido a ideia surgir durante insônia na madrugada de hoje 30 de Maio de 2017.

Por Hélio G. Pereira
 

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Copa do Brasil 2017 – Minas Gerais no Pódio com Luiz Colla


Classificação Final da Copa do Brasil 2017

A Copa do Brasil da Modalidade Dadinho foi realizada nos dias 27 e 28 de Maio de 2017 no Shopping Rio Mar em Fortaleza - Ceará. O atleta Antonio Wellington, do Flamengo venceu a Copa do Brasil Individual 2017 da modalidade Dadinho, mantendo assim a hegemonia dos atletas do Estado do Rio de Janeiro na competição.

Wellington - Flamengo RJ - Campeão
Wellington conquista seu primeiro título em competições nacionais. Ele havia sido terceiro colocado nos Campeonatos Brasileiros Individuais de 2014 (pela ADDP-Cabo Frio) e 2015 (Flamengo) e vice-campeão da Copa do Brasil em 2014 (ADDP-Cabo Frio).

Em segundo lugar ficou outro federado à Federação de Futebol de Mesa do Estado do Rio de Janeiro, Brayner Wertmuller, do Fluminense que é o atual campeão brasileiro individual e já havia conquistado duas vezes a Copa do Brasil: em 2011 pelo Vasco da Gama e em 2014 pelo Flamengo.

Luiz Colla e Renato
Em terceiro lugar ficou o mineiro Luiz Colla, que já havia conquistado essa posição outras duas vezes: em 2008 pelo Tupi Futebol Clube e em 2015 pelo Esporte Clube São Carlos, ambas equipes de Juiz de Fora, Minas Gerais.

João Paulo, Renato e Luiz Colla

Tivemos mais 4 atletas mineiros nesta competição, João Paulo EC São Carlos/Futrica e Renato EC Vila Branca ambos de Juiz de Fora e Paulinho e Cristiano do Olympic de Barbacena.
 
Cristiano e Paulinho

Pódio Série Ouro

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Thiago é o grande Campeão da 5ª Etapa Dadinho JF 2017


Pódio: Júlio - 4º lugar, Luiz Colla - Vice campeão, Thiago - Campeão e Hélio - 3º Lugar
 
A 5ª Etapa Dadinho Juiz de Fora de 2017 foi jogada neste domingo dia 21 de maio e teve 27 participantes.
Mais uma excelente etapa jogada em alto nível técnico e muito equilíbrio entre os participantes e a Família Pereira esteve mais uma vez entre os primeiros.

Ao final, pódio completo com 100% de atletas da forte equipe do EC São Carlos.

Hélio estreou seu novo time do Real Madrid e fazendo ótima campanha chegou as finais e terminou em 3º Lugar após a eliminação na semi final por 3 x 5 para o craque Luiz Colla e vencer na disputa da terceira colocação Júlio companheiro de equipe do EC São Carlos por 3 x 2.
Felipe também teve boa participação, mas parou nas oitavas de finais sendo eliminado logo contra o irmão Thiago após empate de 2 x 2 com vantagem do irmão mais velho.
 
Final: Thiago 4 x 3 Luiz Colla
O grande Campeão foi Thiago que venceu pela terceira vez uma Etapa Dadinho JF.
Classificando em 2º lugar em sua chave na primeira fase, Thiago arrasou nos mata matas com média de exatos 4 gols por jogo, após eliminar Felipe, venceu João Paulo por 4 x 3 nas quartas de finais e Júlio por 6 x 3 nas semi finais.
Na grande final Thiago jogou contra o grande favorito Luiz Colla e venceu por 4 x 3 sagrando-se Campeão mais uma vez.

Disputa 3º Lugar: Júlio 2 x 3 Hélio


Jogos da 1ª Fase